(19) 3744-3646 / (19) 97170-8431
beautiful-girl-2003647_1920

Fatores femininos da infertilidade

By : on : 27 de dezembro de 2017 comments : (0)

Os fatores femininos que interferem na fertilidade estão relacionados às diferentes estruturas do sistema reprodutivo da mulher.

Tanto condições e alterações localizadas no útero, quanto no endométrio, nas tubas e nos ovários, podem prejudicar a fertilidade feminina.

Conheça alguns dos principais fatores:

 

  • Baixa reserva ovariana
    Um fator preponderante na fertilidade é a idade, pois está diretamente relacionada com a quantidade e a qualidade dos óvulos. Quanto mais avançada a idade, menor a reserva ovariana e maior a dificuldade para engravidar de forma natural. Aos 30 anos a taxa de gravidez é de 20% a cada ciclo menstrual e aos 40 anos essa taxa cai para 5%. Porém, observa-se que uma queda acentuada na quantidade de óvulos ocorre principalmente entre 35 e 37 anos.

 

  • Anovulação
    Quando os óvulos não são liberados pelos ovários fica impossível que a fecundação pelos espermatozoides aconteça. Essa situação é conhecida como anovulação e uma de suas causas é a síndrome dos ovários policísticos. Alguns problemas no sistema endócrino também podem influenciar na liberação do óvulo por conta das alterações hormonais. A anovulação pode acontecer também em casos de hipo ou hipertireoidismo, excesso de exercícios físicos intensos, estresse, obesidade e até mesmo a perda ou o ganho de peso acelerado. Na presença desses, e de outros fatores, o ciclo se torna instável, com a ovulação acontecendo em períodos mais longos, podendo chegar, em alguns casos, a 3 meses de espaçamento. E já que mulher não ovula todo mês, isso dificulta a identificação do período fértil e, consequentemente, a possibilidade de gravidez.

 

  • Fatores uterinos – Mioma
    Dentre as alterações uterinas mais conhecidas e que pode ser um fator feminino na infertilidade podemos citar o Mioma. É um tumor benigno que surge nas camadas musculares e cresce na região do útero. Dependendo do tamanho e da localização, a presença do mioma pode dificultar a passagem do espermatozoide, prejudicar a implantação do embrião ou ainda provocar dor e abortamento. O que mais pode interferir na implantação, pela sua localização, é o mioma submucoso que é aquele que se encontra dentro da cavidade do útero. O tratamento para esse tipo de mioma é chamado histeroscopia. Um procedimento minimamente invasivo, sem cortes, de rápida recuperação e alta no mesmo dia.
    Outras alterações como septos e aderências uterinas também podem diminuir o tamanho da cavidade do útero, dificultando a fixação do embrião.

 

  • Endometriose
    Na endometriose as células do tecido que reveste a camada interna do útero, o endométrio, se instalam fora da cavidade uterina. Uma vez instalada em outros órgãos, a cada ciclo menstrual, quando os ovários liberam o hormônio estrogênio, essas células podem crescer e se inflamar, causando dor e outros sintomas. Com o tempo, essas inflamações formam cicatrizes e nódulos, provocando cistos e aderências no tecido da região pélvica e agravando os sintomas. A infertilidade pode se manifestar em mulheres com diagnóstico de endometriose por diferentes maneiras, desde obstruções causadas pelos focos, aumento do risco de abortamento e até mesmo a redução na qualidade dos óvulos.

 

  • Fatores tubários
    Uma vez que, em condições normais, as trompas transportam o óvulo já fertilizado para o útero, as alterações dessa estrutura podem influenciar na possibilidade de gestação, sendo uma das principais causas de infertilidade. Diversos fatores podem afetar a estrutura e prejudicar a função das trompas, provocando inflamações, aderências ou obstruções que podem impedir o transporte dos gametas ou embriões. Podemos citar, entre essas causas, as infecções pélvicas, por clamídia ou gonorréia, a apendicite aguda, cirurgias pélvicas e abdominais e a endometriose.

 

Citamos aqui algumas das principais causas da infertilidade feminina, mas é importante lembrar que cada caso é um caso, e o casal precisa ser avaliado por um especialista para identificar, com segurança, que fatores podem influenciar na tentativa de engravidar. Só assim pode-se determinar o melhor tratamento.

clinfiv

Author

view all posts

Deixe uma resposta